Início » Esportes » Lutas e MMA » Anderson Silva: “Acho que o MMA pra mim acabou”

Anderson Silva: “Acho que o MMA pra mim acabou”

Rogerio Jovaneli
Ariel Helwani e Anderson Silva em entrevista

Anderson Silva, durante entrevista ao programa “Ariel Helwani’s MMA Show” (Reprodução)

A carreira de Anderson Silva como lutador de MMA chegou ao fim. “Acho que o MMA pra mim acabou”, disse em entrevista ao programa “Ariel Helwani’s MMA Show”.

“É difícil treinar MMA, seguir treinando em um bom nível, porque você se machuca muito”, queixou-se o brasileiro, de 46 anos, um dos maiores da história do esporte.

Na entrevista, Spider reclamou dos bastidores, de uma falta de respeito aos lutadores e disse que agora quer lutar outras modalidades de lutas.

“O MMA é um esporte incrível, mas acredito que ele não seja mais tão interessante porque as pessoas nos bastidores não respeitam os atletas. Tive sorte porque toda vez que lutei MMA eu treinei duro e pus meu coração e a minha paixão. Felizmente, terminei essa parte da minha vida. Talvez meu próximo desafio seja lutar jiu-jítsu, com ou sem quimono. Não sei. Quero apreciar as artes marciais. E, talvez, quando um dia as pessoas me perguntarem sobre boxe, jiu-jítsu e outras artes marciais, eu possa falar algo, porque terei sabido como foi ter lutado cada uma delas e o quanto foi duro treinar.”

“Agora, vou simplesmente tentar aproveitar. Não preciso provar nada para ninguém… Aceitei a luta contra Uriah Hall e algumas coisas aconteceram nos bastidores. Todo mundo sabe o que estava acontecendo, não preciso ficar falando. Não coloco mais pressão no meu corpo nem na minha mente, pensando em lutar novamente. Só tenho que agradecer a Deus por poder lutar e poder ajudar meu filho Gabriel a treinar.”

Luta de boxe no México

Anderson Silva já tem uma luta de boxe marcada. Vai enfrentar Julio Cesar Chavez Jr., em 19 de junho, em Guadalajara, no México.

E o Spider falou sobre como topou esse desafio: “Eu estava de férias no Brasil e me ligaram. Disseram que tinham uma luta para mim. Eu perguntei onde e quando, e eles disseram que era uma luta de boxe, no México, contra Julio Cesar Chavez Jr. E eu pensei: ‘Por que não?'”

“Aceitei o desafio pelos meus fãs, para mim e para fazer o meu melhor. Será uma luta de boxe profissional de oito rounds com três minutos de duração no peso de 82,5kg e luvas de 10 onças”, contou.

“Talvez o meu próximo desafio seja o jiu-jitsu, com kimono ou não… Só aproveitar o momento. Todas as artes marciais”, acrescentou.

Leia também:

Mackenzie Dern é a nova embaixadora do Betmotion

Luta do ano? Adesanya massacrou brasileiro Borrachinha

UFC 250: Amanda Nunes vence canadense e mantém cinturão

banner bônus de boas vindas com a embaixadora do Betmotion, a atacante Cristiane

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *