Início » Colunas » Coluna do Verchai » Clássicos esquentam rodada dos campeonatos europeus

Clássicos esquentam rodada dos campeonatos europeus

Fernando Verchai

Liverpool e Manchester United fazem duelo dos maiores campeões da Inglaterra pela 9ª rodada da Premier League.

imagem do Old Trafford, estádio do United

Old Trafford, estádio do Manchester United (Wikimedia Commons)

A 9ª rodada do Campeonato Inglês começou nesta sexta-feira (22) com a vitória do Arsenal sobre o Aston Villa no Etihad Stadium, que recolocou os Gunners na luta por uma vaga em competições europeias (com 1 ponto de distância para o 4º colocado, que tem um jogo a menos até este momento). No sábado (23), logo às 8:30 da manhã (no horário de Brasília), o Chelsea defende a liderança diante do lanterna, Norwich City, no estádio Stamford Bridge, em partida que vai contar com a transmissão da ESPN Brasil na TV fechada. A expectativa é de que os Blues não tenham problemas para somar os 3 pontos e seguirem na liderança isolada da Premier League. Às 11 horas da manhã (de Brasília) a ESPN Brasil transmite a partida entre Everton e Watford, no estádio Goodison Park, em Liverpool, no qual a equipe mandante espera somar os 3 pontos para ter chances de terminar a rodada no G-4 (a zona de classificação para a próxima edição da Liga dos Campeões). No mesmo horário, com transmissão exclusiva da ESPN pelo streaming do “Star+”, acontecem outros 3 confrontos: Leeds United (17º) x Wolverhampton (10º) no estádio Elland Road; Southampton (15º) x Burnley (18º) no estádio St. Mary’s; e Crystal Palace (14º) x Newcastle (19º) no estádio Selhurst Park (este último também terá a transmissão da ESPN na TV fechada.

No domingo (24) acontecem as últimas 3 partidas da rodada. Às 10 horas da manhã (de Brasília) acontecem dois confrontos simultâneos: o streaming do “Star+” transmite com exclusividade a partida entre o time sensação da Inglaterra na temporada, o Brentford (9º com 12 pontos), contra o mais novo gigante inglês, Leicester City (11º com 11 pontos), a qual acontece no estádio Comunitário de Brentford; e, com transmissão do Fox Sports na TV fechada, o West Ham (7º com 14 pontos) faz confronto com o Tottenham (5º com 15 pontos) no estádio Olímpico de Londres. Quem vencer deve garantir um lugar no G-4 ao fim da rodada. O Tottenham vem de uma derrota certamente frustrante para o Vitesse pela fase de grupos da Conference League, mas está motivado por ter vencido as últimas duas rodadas da Premier League de forma consecutiva. Do outro lado, o West Ham chega embalado por duas vitórias consecutivas (uma pela Europa League e outra pela Premier League, diante do Everton), e espera voltar a somar pontos em casa.

Por fim, a partida entre Manchester United e Liverpool, que acontece em Old Trafford e vai contar com a transmissão da ESPN Brasil na TV fechada, encerra a rodada da Premier League. Os Reds ocupam a 2ª posição da tabela neste momento, estando 1 ponto atrás do líder, Chelsea, e 1 à frente de um bloco de 4 times, que engloba Manchester City (3º) e Manchester United (4º). Os comandados de Jürgen Klopp são os únicos ainda invictos na competição e, vindo de duas vitórias consecutivas (uma pela Premier League e outra pela Liga dos Campeões, diante do Atlético de Madrid), esperam voltar a somar 3 pontos para seguir na cola do Chelsea ou mesmo assumir o topo da tabela de classificação (caso os Blues não vençam no sábado). Do outro lado, ocupando a 6ª posição com 4 pontos de distância do Liverpool e 5 do líder, Chelsea, os Red Devils buscam uma recuperação na Premier League. O Manchester United não vence na competição há 3 rodadas, mas chega motivado por uma vitória espetacular, de virada, diante da Atalanta, pela fase de grupos da Liga dos Campeões.

Barcelona e Real Madrid fazem clássico de gigantes da Espanha e podem mudar de rumo na temporada.

Não há muito espaço para discussão: mesmo jogando fora de casa, o Real Madrid chega como favorito para vencer o “El Clásico”, como é chamado o confronto na Espanha. O time da capital, comandado por Carlo Ancelotti, chega para o confronto direto com o Barcelona ocupando a 2ª posição de La Liga, com uma partida e três pontos a menos que o atual líder, Real Sociedad. O time da Catalunha, por outro lado, é apenas o 7º colocado, estando 2 pontos atrás do rival, Real Madrid, e há 5 do líder. Além disso, o Barcelona passa por um momento complicado desde a saída de Messi e, na fase de grupos da atual Liga dos Campeões, é apenas o 3º colocado, tendo perdido as primeiras partidas contra o Bayern de Munique e o Benfica (ambas no Camp Nou e pelo placar de 3 a 0). Os Blaugranas só alcançaram a primeira vitória na terceira rodada, na vitória magra, por 1 a 0, sobre o Dínamo de Kiev, lanterna e saco de pancadas do grupo, e com gol de Gerard Piqué em cruzamento de Jordi Alba em uma de suas descidas pela lateral-esquerda. O Real Madrid, por outro lado, divide a liderança do grupo D da Liga dos Campeões com o Sheriff (a maior surpresa da competição até aqui) e chega motivado por uma vitória de 5 a 0 sobre o Shakhtar na última rodada da competição europeia, na qual Vinícius Júnior marcou duas vezes e Rodrygo e Benzema também foram às redes. Em uma análise crua, o Real Madrid mostra mais conjunto e mais força, desde a última temporada, quando o Barcelona ainda contava com Messi, para vencer o clássico e, mais do que isso, buscar o título do Campeonato Espanhol. O Barcelona, por sua vez, ainda está tentando juntar os cacos desde a perda do seu camisa 10 e ídolo histórico, e deve encontrar dificuldade para encarar um time do tamanho do Real Madrid, que é o maior campeão espanhol e europeu, e que ainda conta com um elenco recheado de nomes importantes, como Benzema, Modric, Kroos, Casemiro e Courtois. O atacante francês, inclusive, camisa 9 Merengue, é artilheiro isolado de La Liga neste momento, com 9 gols marcados, e ainda ostenta o maior número de passes para gols na competição, com 7 assistências.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *