Início » Colunas » Coluna do Verchai » Champions: tudo do encerramento da 3ª rodada

Champions: tudo do encerramento da 3ª rodada

Fernando Verchai

No encerramento da 3ª rodada da Champions League, o Bayern de Munique atropelou o Benfica, por 4 a 0, e “ajudou” o Barcelona, que venceu a primeira.

bola uefa champions league 2021-22

Gigantes Bayern de Munique, Barcelona, Manchester United e Juventus venceram na quarta-feira de Champions League (Divulgação/Uefa Champions League)

A maior liga de times de futebol do mundo da temporada 2021/22 está fervendo já na terceira rodada de jogos da fase de grupos e está dando o que falar. Os jogos da terça-feira, dos grupos A, B, C e D já foram eletrizantes, mas os da última quarta-feira (20), válidos pelos grupos E, F, G e H esquentaram ainda mais os ânimos dos fãs do futebol europeu. Um dos principais destaques, como não poderia deixar de ser, foi o Bayern de Munique, o maior da Alemanha e um dos maiores vencedores da Champions League. Depois de passar com tranquilidade pelo Barcelona na estreia desta fase de grupos, vencendo por 3 a 0 em pleno Camp Nou, e golear o Dínamo de Kiev em Munique por 5 a 0 em sua Allianz Arena, o Bayern fez mais uma vítima na Liga dos Campeões 2021/22 e manteve a liderança do grupo E, com 100% de aproveitamento nas três primeiras rodadas. O Gigante da Baviera visitou o Benfica no Estádio da Luz, em Lisboa, Portugal, e mais uma vez se mostrou um hóspede bastante inconveniente nesta Liga dos Campeões. Mesmo sem o técnico Julian Nagelsmann, afastado por testar positivo para a Covid, o Bayern de Munique não teve problemas para controlar a partida do início ao fim e, não fosse pelas chances claras desperdiçadas no primeiro tempo e dois gols anulados, a goleada sobre o Benfica poderia ter sido ainda maior. O Benfica se mostrou bastante aguerrido e até tentou se aproveitar dos contra-ataques para abrir o placar, mas, quando conseguiu passar pela dupla de zaga de gigantes, formada por Niklas Sule e Dayot Upamecano, não venceu o goleiro e capitão Manuel Neuer. Na reta final do segundo tempo, porém, quando parecia que o Benfica conseguiria pelo menos segurar o empate, a pressão dos alemães se intensificou: Leroy Sané abriu a conta aos 25’ em cobrança de falta, Everton “Cebolinha” marcou contra aos 35’, o atual vice-artilheiro, Robert Lewandowsk, marco aos 37’ e, aos 40’, Sané decretou os 4 a 0 do Bayern de Munique. Mesmo com a derrota, o Benfica se manteve na vice-liderança do grupo, somando 4 pontos, mas agora com apenas 1 ponto de vantagem em relação ao Barcelona, 3º colocado, que bateu o Dínamo de Kiev por 1 a 0 na Catalunha, com gol de Gerard Piqué em cruzamento de Jordi Alba.

Com gol de Cristiano Ronaldo no fim, Manchester United vira sobre Atalanta e assume a ponta do grupo F

Em Old Trafford, os torcedores Red Devils acompanharam a um confronto duríssimo do maior campeão inglês contra o até então líder do grupo F desta Champions. A Atalanta chegou para o confronto precisando de pelo menos um empate para terminar a terceira rodada na liderança do grupo, e parecia que não teria grandes problemas para conseguir somar pontos fora de casa quando o primeiro tempo acabou marcando o placar de 2 a 0 para a equipe italiana: Mario Pasalic e Merih Demiral foram os autores dos gols. O time comandado pelo norueguês Ole Gunnar Solskjaer foi para o vestiário desacreditado. Alguma coisa precisava mudar, e mudou. O time voltou o mesmo para o segundo tempo, mas a postura foi outra. Marcus Rashford, por exemplo, que foi bastante criticado nas redes sociais por um gol desperdiçado no fim do primeiro tempo, tratou de descontar para o Manchester ainda antes dos 10 minutos da etapa complementar, depois de um passe “com nojo”, maravilhoso, de Bruno Fernandes. Depois de muito pressionar e até se expor por se lançar ao ataque com todas as forças, os Red Devils foram recompensados com um gol do zagueiro e capitão Harry Maguire, que apareceu na área para acertar um belo chute, deixando tudo igual no placar. E não poderia faltar o dele, Cristiano Ronaldo. Em cruzamento de Luke Shaw nos minutos finais, a “Fera” subiu mais que todo mundo na área e testou firme para decretar: Manchester United 3 x 2 Atalanta. Com o resultado o Manchester assumiu a liderança do grupo F, com 6 pontos: 2 a mais que a Atalanta, vice-líder, e o Villarreal, 3º colocado após a vitória sobre o Young Boys, que é o lanterna com 3 pontos.

Juventus mantém 100% de aproveitamento e segue isolada na liderança do grupo H

Na Zenit Arena, em São Petersburgo, na Rússia, a Juventus visitou o Zenit do brasileiro Claudinho e não teve vida fácil. Apesar de ter criado boas chances, a equipe de Massimiliano Allegri não conseguiu balançar as redes até os 41 minutos do segundo tempo, quando De Sciglio cruzou no capricho e o sueco Dejan Kulusevski deu uma “casquinha” na bola para tirar do goleiro e mandar pro fundo do gol. A vitória foi importante para a Juventus manter os 3 pontos de vantagem para o Chelsea, 2º colocado, que, como não poderia deixar de ser, atropelou o lanterna do grupo, Malmö, nesta rodada. Os atuais campeões não tomaram conhecimento do modesto Malmö, da Suécia, em Londres, Inglaterra, no estádio Stamford Bridge. Ao lado da torcida, os comandados de Thomas Tuchel venceram com tranquilidade por 4 a 0, com gols de Andreas Christensen, Kai Havertz e dois de Jorginho de pênalti.

Por fim, no grupo G, o Red Bull Salzburg segue líder invicto e motivado para ficar com uma das duas vagas para as oitavas de final. A equipe austríaca venceu o Wolsfburg jogando em casa e segue imparável em um grupo no qual os favoritos eram Sevilla e Lille. As equipes se enfrentaram na França nesta 3ª rodada e não saíram do zero. Como nenhum dos dois conseguiu vencer até agora, o Red Bull Leipzig abriu larga vantagem no topo da tabela, com 7 pontos somados, enquanto o Sevilla, vice-líder, tem 3 pontos somados, e o Lille soma os mesmos 2 pontos do lanterna, Wolfsburg.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *